FILE SAO PAULO 2016

cartaz-PT-01

FILE SÃO PAULO 2016 – venha passar do limite

A exposição convida o público para experimentar a mescla da arte eletrônica com arte contemporânea. Mergulhar na retirada das raias das categorias do design, game, animação e arte. E, neste mergulho, conferir produções artísticas que driblam alguns limites estéticos. A distorção da imagem. A saturação de cores e tons. A fusão das coisas. A combinação do espaço real com o espaço virtual. O delinear e o embaçar da visão. A sincronização da imagem e do som. A junção do velho com o novo. A exploração de fórmulas matemáticas. A extrapolação dos limites das mídias. A membrana que ganha vida própria. A perturbação da ordem do software. A integração do exterior com o interior.
É, sobretudo, um convite para destrancar a porta dos sentidos. Fruir. Perceber e descobrir os matizes que existem entre uma coisa e outra. Mas não para reconhecê-los como uma linha geométrica que reforça os limites que constituem barreiras. E sim para que se reconheça na intimidade do entre isso ou aquilo o potencial da transformação. O interagir e o contemplar, o tatear e o escutar que permitam ampliar nossa mente, pois é neste processo de fruição que a imaginação experimenta a sensação de ir além do seu limite.
Ricardo Barreto e Paula Perissinotto
Organizadores e fundadores do FILE
De 11 de julho a 28 de agosto, 2016
Centro Cultural FIESP – Ruth Cardoso
Av. Paulista, 1313
Em frente ao metrô Trianon-Masp
Entrada gratuita
.
INSTALAÇÕES
Numen/For Use: Sven Jonke, Christoph Katzler & Nikola Radeljković – Tape Sao Paulo – Croácia/Áustria
O embrulhar contínuo de pilares com fita adesiva transparente resulta numa superfície complexa e amorfa semelhante ao processo de surgimento de formas orgânicas na natureza. A interação da audiência transforma a escultura em arquitetura.
Matthew Biederman & Pierce Warnecke – Perspection – Canadá
“Perspection” explora a percepção do espaço através do uso de imagens e sons multiestáveis projetados de forma orientada e áudio espacializado. Composições audiovisuais generativas modulam a barreira entre o espaço físico e o da tela.
Ting-Tong Chang – Robinson – Reino Unido
“Robinson” é um objeto que lembra as antigas máquinas automoventes que entretinham reis e rainhas com seus diálogos utópicos sobre cidadania e filosofia: os autômatos.
Norimichi Hirakawa – The Indivisible [Prototype nº 1] – Japão
Na fórmula numérica “1+1”, a calculadora pode estar ou não computando maçãs (ou seres humanos). O mundo que se vê não é o mundo em si. Será possível lidar com os princípios e as leis naturais inerentes ao mundo que a ciência natural vem tentando resolver?
Frederik Duerinck & Marleine van der Werf – Be Boy Be Girl – Holanda
“Be Boy Be Girl” é uma instalação multissensorial que leva o visitante a uma praia do Havaí. Somos convidados a experimentar e desafiar a realidade com o uso de óculos rift e outros dispositivos que envolvem, além da visão, a audição, o tato e o olfato.
Angella Conte – Sentido Único – Brasil
“Sentido Único” é uma videoinstalação, cuja projeção do deslizamento de água sobre a escada desafia o espectador criando um jogo entre a ausência e a presença. Ausência da água que não está propriamente ali, mas aparece apenas representada através de uma sucessão de imagens.
Scenocosme: Gregory Lasserre & Anais met den Ancxt – Metamorphy – França
“Metamorphy” é uma obra de arte interativa, visual e sonora, que nos convida a tocar e explorar a profundidade de um véu semitransparente. Essa pele simbólica tem uma elasticidade que é incorporada dentro do processo de metamorfose: o véu é deformado quando interagimos e torna-se novamente rígido quando paramos de tocá-lo.
Celina Portella – Vídeo-Boleba – Brasil
Na instalação “Vídeo-Boleba” uma tela mostra dois meninos jogando bolas de gude que, ao sumirem do quadro, aparecem pela sua lateral, espalhando-se no espaço próximo ao público e dando continuidade à cena no plano material.
Mac Cauley – The Night Cafe – Estados Unidos
“The Night Cafe” é um ambiente imersivo de realidade virtual que permite que você explore o mundo de Vincent van Gogh em primeira mão. Reserve um momento para aproveitar seus icônicos girassóis em 3 dimensões ou andar em torno da cadeira que ele pintou em seu quarto para vê-la de outro ângulo. Adentre as cores vívidas direto da sua paleta.
Anaisa Franco – Expanded Eye – Brasil
“Expanded Eye” é uma escultura sensível, luminosa e interativa composta por uma esfera de acrílico, que representa um olho gigante. Os olhos do visitante são captados e projetados na escultura que a cada piscar multiplica o número de olhos na projeção de maneira fragmentada, hexagonal e deslocada.
Anaisa Franco – On Shame – Brasil
“On Shame” é uma interface digital em forma de um espelho dome que distorce a imagem da pessoa que olha.
One Life Remains – Slam of the Arcade Age – França
“Slam of the Arcade Age” é um jogo de corrida competitiva para quatro jogadores com gráficos psicodélicos e uma música de 1000 BPM. Cada vez que um avatar muda de cor, é necessário trocar para o console da mesma cor para continuar correndo.
Marcio Ambrosio – ETcolor – Brasil
“ETcolor” é um jogo performático. Vindos de um universo distante, os ETcolors são comandados pelo mestre PANTONE, imortalizado na forma de um obelisco. O mestre tem o poder de escolher e ordenar a captura de uma cor. Os seus súditos, os ETcolors, precisam procurar a cor desejada pelo mestre.
Anna Vasof – Domino – Áustria
“Domino” é uma videoinstalação que apresenta a técnica Non-Stop Stop-Motion. Com essa técnica, as imagens têm movimentos intermitentes similares aos típicos de vídeos em stop motion, mas a audiência pode, ao mesmo tempo, assistir o que acontece entre os quadros do vídeo e combinar o espaço da narrativa com o espaço real.
Seph Li – Ink Fall – China
“Ink Fall” é uma instalação interativa que usa técnicas digitais avançadas para trazer à vida pinturas ancestrais da China. Quando tocamos a tela, traços e gotas de tinta se quebram e explodem. Sons de corda de koto são acionados a cada toque, fundindo-se ao movimento infinito das águas de nanquim.
Ricardo Barreto & Raquel Fukuda – O jogo quase ideal – Brasil
“O jogo quase ideal” é um objeto em que a estrutura cúbica do dado apresenta-se modificada para que cada face tenha um espaço próprio e para que cada ponto dos números seja substituído por outros dados. A obra se baseia no texto do filósofo francês Gilles Deleuze sobre o Jogo Ideal, cuja primeira regra é: “não há nenhuma regra”.
Experimental Interface Lab – Colorigins – Estados Unidos
“Colorigins” é um jogo tátil de combinação de cores com Sifteo Cubes. Ao manipular os cubos e misturar suas cores, os jogadores podem ganhar experiência com os conceitos da teoria de cores-chave, como valor, saturação, pigmentos, tons, complementos, neutros cromáticos e a força visual relativa de cores específicas.
Karina Smigla-Bobinski – KALEJDOSKOP – Alemanha
“KALEIDOSKOP” é um objeto espacial que pode ser usado de muitas maneiras. A agitação vívida dos líquidos aparece através de formas e cores, que podem ser moldadas através do toque.
Mau Maker – Pinball: Resgatando materiais e emoções – Brasil
O simulador de fliperama Pinball foi realizado com materiais usados, como a tela de uma televisão, um antigo monitor e um computador, combinados com o uso de tecnologias de fabricação modernas como o corte a laser. Trata-se de um resgate das lembranças de infância e adolescência de muitos que viveram nas décadas de 70 e 80.
RalphVR – Daydream Blue – Estados Unidos
“Daydream” é um jogo para óculos rift. A versão para um jogador apresentada no FILE possibilita entrarmos em um vale mágico cheio de mistérios, surpresas e um amigo robô, além de criar itens e descobrir minigames.
Tiago Moraes & Renato Klieger – Peronio Pop-Up Book – Brasil
“Peronio” é um jogo para óculos google que combina realidade virtual e aumentada. Sem utilizar aparatos tecnológicos para tocar nos objetos, devemos ajudar o garoto Peronio a explorar suas possíveis futuras profissões nada convencionais.
.
ANIMA+GAMES
Este ano, depois de quase uma década realizando independentemente o FILE GAMES e FILE ANIMA+, decidimos unir ambos os festivais para criar o ANIMA+GAMES. Ao unirmos animações e jogos em um mesmo evento, podemos salientar aspectos que passariam despercebidos se mostrados na lógica própria de cada um. Não se trata apenas de uma forma de levantar semelhanças e diferenças, mas principalmente de enfatizar os aspectos criativos que podem ocorrer na influência mútua desses dois meios. Além de uma seleção de games e animações, apresentamos a segunda edição do FILE ANIMA+ AWARD, com três premiados e três menções honrosas, e a programação dos festivais parceiros: Japan Media Arts Festival, Siggraph e Athens Digital Arts Festival.
Curadoria: Raquel Olivia Fukuda
.
VENCEDORES FILE ANIMA+ AWARD
1° lugar
David Stumpf – Cowboyland – Eslováquia
2° lugar
Susanne Wiegner – The Light – The Shade – Alemanha
3° lugar
Raven Kwok & Karma Fields – Skyline – Estados Unidos
.
Menções Honrosas
Fabrício Lima – Nenhum de nós – Brasil
Pu, Shuai Cheng – The Sum of Secrets – Taiwan
Tiny Inventions: Ru Kuwahata & Max Porter – Perfect Houseguest – Estados Unidos
.
Jurados
Antônio Linhares – Brasil
Carlos Eduardo Nogueira – Brasil
Michael Frei – Brasil
.
FILE ANIMA+ 2016
1 Interactive Media Foundation – The Land of the Magic Flute – Alemanha
2 A. Bill Miller – Phantoms – Estados Unidos
3 Adrian Flury – A Place I’ve Never Been – Suíça
4 Anthony Rousseau – My Last Round – França
5 Arnaud Laffond – Mountain Fragility – França
6 Bittler – The Exoplorer – França
7 Camilo Colmenares – Quimtai – Alemanha
8 Chen, I-Chun – Little Black’s Whole Life in the Factory: Second Episode – Taiwan
9 Chen, I-Chun – Shui Yuan Lin Legend: IV Episode (Grasp Replacement) – Taiwan
10 Christo Guelov – White Cubes | DLC2015 – Espanha
11 Cláudio Roberto – Miudinho – Brasil
12 Daniela Krajcova – Stability – Eslováquia
13 David Mussel – Cartas – Brasil
14 David Stumpf – Cowboyland – Eslováquia
15 Dilation: Chang Liu & Joanna Wrzaszczyk – Dilation – Estados Unidos
16 Fabricio Lima & Marcelo Jeneci – Um de nós – Brasil
17 Henning M. Lederer – Anatomic – Alemanha
18 Jan Goldfuß – 2=1(+1=n) (Cold Memories 2) – Alemanha
19 Joanna&rubens – Sinking_3 – Taiwan
20 Jorge F. – Nightmare Endless – Brasil
21 Katsuki Nogami – Hamidasumo! (Heaven&Hell Remix) (Official Music Video) – Japão
22 Kwon Daye – Time, Quick – Coreia do Sul
23 Leandro Angare – O Sapato – Brasil
24 Leandro Angare – Pulso – Brasil
25 Matthew Schoen – Vehicles – Canadá
26 Milan Zulic – The Circle of life – Sérvia
27 Olga Guseva – An Apple for the Androgyne – Alemanha
28 Olga Guseva – Refugees – Alemanha
29 Olga Guseva – The Astronaut – Alemanha
30 Olga Guseva – The Three Spirits – Alemanha
31 Ove Pictures: Veronika Obertova & Michaela Copikova – Nina – Eslováquia
32 PAM1 Multimedia Studio: Olga Wroniewicz, Katarzyna Gorska, Tomasz Kucharczyk, Anna Kociemba, Marcin Sowiński, Katarzyna Krzysztofowicz, Bartek Gadzała, Dominika Suszek, Izabela Litwin, Petra Kolarikova, Agata Piasecka & Katarzyna Przybysz – Redroom² – Polônia
33 Peter Whittenberger – What’s the Worst that Can Happen? – Estados Unidos
34 Pu, Shuai Cheng – The Sum of Secrets–The Snake in Mind – Taiwan
35 Raven Kwok & Karma Fields – Skyline – Estados Unidos
36 s-ara – Telephonophobia – Portugal
37 Sandra Crisp – Auroville Dream (Tales from the City) – Inglaterra
38 Sandrine Deumier & Philippe Lamy – GogatsuByo – França
39 Sandrine Deumier & Philippe Lamy – U.hotel – França
40 Sandrine Deumier, Sonia Paço-Rocchia & Philippe Lamy – [Play;] – França
41 Susanne Wiegner – Future in the Past – Alemanha
42 Susanne Wiegner – Home! Sweet home! – Alemanha
43 Susanne Wiegner – Inside my Room – Alemanha
44 Susanne Wiegner – The Light – The Shade – Alemanha
45 Tiny Inventions: Ru Kuwahata & Max Porter – Perfect Houseguest – Estados Unidos
46 Uwe Heine Debrodt – Fotosintetico – México
47 VJ Eletroiman – Representa Corisco 2015 – Espanha
.
FESTIVAIS PARCEIROS
ADAF
1 Abdul Hadi Bin Abdul Wahab & Vivien Tan Andre Quek – Princess – Singapura
2 Carlos De Carvalho – Juste de l’eau – França
3 Chua Wei Lun Brandon, Khoo Siew May, Tan Yin, Sharry Kwan Wei Xuan – Umbrella – Singapura
4 Demetris Shammas – Sciss Cut – Chipre
5 Dimitar Dimitrov – The day of the bleeding gums – Bulgária
6 Fred Joyeux – A poet – França
7 Georgios Cherouvim – Alosis – Grécia
8 Janneke Meekes – Day In Day Out – Dinamarca
9 Joe Bichard – The Waldgeist & Me – Reino Unido
10 Jossie Mallis – Bendito Machine V – Pull the Trigger – Chile & Porto Rico
11 Juan Pablo Zaramella – Luminaris – Espanha
12 Mark Wee – The Animals – Singapura
13 Matt Abbiss – Forming – Reino Unido
14 Matt Abbiss – Point – Reino Unido
15 Nguyen Tuan Anh Tran – Downtown – Singapura
16 NO DESIGN ATHENS: Andreas Platis & Christos Ioannou – The End Of Geniοus – Grécia
17 Out There – BO – Grécia
18 Patricia Figueiredo – Foi o fio – Portugal
19 Paulo d’Alva – Carrotrope – Portugal
20 Rob Zywietz – Port Nasty – Reino Unido
21 Sandrine Deumier & Philippe Lamy – Fake – França
22 Shunsaku Hayashi – Remember – Japão
23 Spela Cadez – Boles – Espanha
24 Timoleon Kouimtzoglou – Escape – Grécia
25 Ying-Fang Shen – Humanexus – Taiwan
Japan Media Arts
Drawing Animations
1 AC-bu: Adachi Toru & Itakura Shunsuke – *Anzen unten no shiori* (Safe Driving Guide) – Japão
2 Georges Schwizgebel – Erlking – Suíça
3 Hashiji Misuzu, Remember me production team (SAKAI Yosuke, Representative) – Remember me – Japão
4 Izumida Takeshi & Tekken – A Family Story – Japão
5 Kihata Sayaka – I Can’t Breathe – Japão
6 Minha Kim, Jacob Thomas & Islay Bell-Webb – Sea Child – Coreia do Sul, França & Reino Unido
7 Shishi Yamazaki – YAMASUKI YAMAZAKI – Japão
8 Ueshima Shiro, Asai Yuki, Kano Akira, Kanno Satoko, Aihara Sachie, audioforce, Izumida Takeshi & Tekken – A Family Story – Japão
Japan Media Arts Festival 2016 Focus in Japan Selection
1 Harano Morihiro, Damian Kulash Jr., Seki Kazuaki, Nishida Jun & furitsukekagyou – OK Go “I Won’t Let You Down” – Japão
2 Hashimoto Baku & Nogami Katsuki – group_inou “EYE” – Japão
3 Ito Keigo – Nothing you need to see – Japão
4 Miyaoka Mizuki & IshikawaYasuaki – Shizuku no kotoba (Dripping words) – Japão
5 Okawara Ryo – SUGAR LUMP – Japão
6 Shiriagari Kotobuki – Voyage de Hokusai(北斎の旅) (Journey of Hokusai) – Japão
7 YASKAWA BUSHIDO PROJECT Team (Abe Mitsushi, Representative) – YASKAWA BUSHIDO PROJECT / industrial robot vs sword master – Japão
8 Yoko – Zdravstvuite! – Japão
SIGGRAPH
2015 Computer Animation Festival Electronic Theater and Daily Selects
1 Academy of Media Arts Cologne – Space-Fluids – Alemanha
2 Ajou University – Green Light – Abandoned City – Coreia do Sul
3 Alpine – ALPINE VISION GRAN TURISMO – França
4 Axis Animation – Grey Goo Cutscene Mission 05 Outro – Reino Unido
5 Axis Animation – Grey Goo Launch Trailer – Reino Unido
6 Bigcat Studio – First Launch – Estados Unidos
7 Blizzard Entertainment – LORDS OF WAR PART THREE – Estados Unidos
8 Blizzard Entertainment – OVERWATCH Cinematic Trailer – Estados Unidos
9 Blizzard Entertainment – Warlords of Draenor – Talador Finale – Estados Unidos
10 Blizzard Entertainment – WORLD OF WARCRAFT: WARLORDS OF DRAENOR Cinematic – Estados Unidos
11 Blur Studio – Tom Clancy’s The Division: Take Back New York – Estados Unidos
12 Bournemouth University – A New Hue – Reino Unido
13 Brooklyn Digital Foundry – Architecture and the Unspeakable part 3: Detroit – Estados Unidos
14 Calla Donofrio – 3D Dynamic Simulations Reel 2014 – Estados Unidos
15 Center for Animation, Brigham Young University – RAM’S HORN – Estados Unidos
16 Clemson University – Peanut Butter Jelly – Estados Unidos
17 Dans Digital – T4-Logo – China
18 Dexter Studios – SOMEONE – China
19 Dexter Studios – THE KUNG FU ROBOT – China
20 École Supérieure des Métiers Artistiques (ESMA) – AMIR & AMIRA – França
21 École Supérieure des Métiers Artistiques (ESMA) – Splash – França
22 École Supérieure des Métiers Artistiques (ESMA) – SWEET COCOON – França
23 Epic Games – Kite – Estados Unidos
24 Framestore CFC – Qualcomm Snapdragon ‘Bullet Train’ – Inglaterra
25 Georgios Cherouvim – Alosis – Grécia
26 Gilles-Alexandre Deschaud – Chase Me – França
27 Hoorakhsh Studios – Shirley Bassey “If You Go Away” Rebeat Remix – Irã
28 Kawanimation – BATZ – France
29 Kawanimation – RACINES – France
30 L’institut supérieur des arts appliqués (LISAA) – Le Son des Flammes – França
31 LAIKA – The Boxtrolls: Time Lapse – Estados Unidos
32 Mighty Coconut – The OceanMaker – Estados Unidos
33 MPC – John Lewis, Monty’s Christmas – Canadá, China, Estados Unidos, França, Holanda Inglaterra, Índia & México
34 MPC LA – Call of Duty: Advanced Warfare, Discover Your Power – Estados Unidos
35 MPC LA – Xbox Forza, Leave Your Limits – Estados Unidos
36 National Aeronautics and Space Administration (NASA), USRA – Moon Phase and Libration from the Other Side – Estados Unidos
37 National Taiwan University of Science and Technology – Department of Industrial and Commercial Design – J’ai vu, une fois, Une Magnifique Image – Taiwan
38 Pixel Veil UT – HeartThe Alchemist’s Letter – Estados Unidos
39 Punkrobot Animation Studio – Bear Story – Chile
40 Realtime Limited – SMITE: BATTLEGROUND OF THE GODS – Reino Unido
41 Red Knuckles – DARK NOIR – Inglaterra
42 Sakowski Studios – ATHEUM’S WAY – Nova Zelândia
43 Savannah College of Art and Design (SCAD) – I M POSSIBLE – Estados Unidos
44 Savannah College of Art and Design (SCAD) – The Kiss – Estados Unidos
45 SCIEMENT, The University of Tokyo, RIKEN – Multi-scale Multi-physics Heart Simulator, UT Heart – Japão
46 Sève Films – 8.9 – França
47 Sève Films – L3.0 – França
48 Sève Films – MORTAL BREAK-UP INFERNO – França
49 Sève Films – MURPHY – França
50 Sève Films – Nebula – França
51 The Animation Workshop – FIBERS – Dinamarca
52 The Animation Workshop – PARROT AWAY – Dinamarca
53 The Animation Workshop – ROOMMATE WANTED DEAD OR ALIVE – Dinamarca
54 The Animation Workshop – TSUNAMI – Dinamarca
55 The School of Visual Arts – MONSTER – Estados Unidos
56 The School of Visual Arts – NEXUS – Estados Unidos
57 the STUDIO – Give Luci – Estados Unidos
58 Tiny Inventions – BETWEEN TIMES – Estados Unidos
59 Toei Animation – RAKUEN TSUIHO – Expelled from Paradise – França
60 Toei Animation – Saint Seiya Legend of Sanctuary – França
61 Unit Image – PEUGEOT 208 GTi “The Legend Returns” – França
62 Unit Image – THE CREW Launch Trailer – França
63 University of California Los Angeles – Visions of America: Amériques – Estados Unidos
64 University of Texas at Dallas – Sticky – Estados Unidos
65 USC Institute for Creative Technologies – Skin Stretch: Simulating Dynamic Skin Microgeometry – Estados Unidos
66 Walt Disney Imagineering – GEAR – Estados Unidos
67 WeWereMonkeys – Tide: The Paradox Effect – Canadá
.
FILE GAMES 2016
1 Alan Hazelden & Benjamin Davis – A Good Snowman is Hard to Build – Inglaterra
2 Asteroid Base – Lovers in a Dangerous Spacetime – Canadá
3 Bedtime Digital Games – Back to Bed – Dinamarca
4 Black Pants Studio – Blown Away – Alemanha
5 Broken Rules – Yet it Moves – Áustria
6 Disco Pixel – Jungle Rumble – Estados Unidos
7 Drinkbox Studios – Guacamelee! STCE – Canadá
8 Gattai Games – Stifled – Singapura
9 House House – Push Me Pull You – Austrália
10 Jason RT Bond e Colin Sanders – Shu’s Garden – Canadá
11 Laser Dog – ALONE… – Inglaterra
12 Martelo Nero – Tower of Samsara – Brasil
13 Media Molecule – Tearaway Unfolded – Inglaterra
14 Mediocre AB – Smash Hit – Suécia
15 Pantumaca Barcelona – Mind: Path to Thalamus Enhanced Edition – Espanha
16 POSSIBLE Games – The Adventures of Poco Eco – Hungria
17 RAC7 – Dark Echo – Canadá
18 Shadow Planet Productions – Insanely Twisted Shadow Planet – Canadá
19 Terry Cavanagh – Super Hexagon – Inglaterra
20 Trickster Arts – Hero of Many – República Tcheca
.
VIDEOARTE
O FILE Videoarte apresenta este ano um recorte da recente produção poética que articula o vídeo e as tecnologias atuais, extrapolando os limites entre eles e evidenciando como os dispositivos técnicos modificam nossa forma de perceber as coisas ao nosso redor. Com quarenta e quatro obras de mais de vinte países, buscamos investigar como se dão as imbricações entre nós e as imagens (com seus dispositivos), e entre nós e os espaços (físicos, digitais, internos e externos).
Curadoria: Fernanda Albuquerque de Almeida
1 Alfredo Ardia & Sandro L’Abbate – Studio N.1 – Itália
2 Anna Vasof – Down to Earth – Áustria
3 Atelier Monté – The Art of Deception – Holanda
4 Baku Hashimoto & Katsuki Nogami – EYE – Japão
5 Beatriz Minguez de Molina – Finishing Your Dreams – Espanha
6 Cole Lu – But, You Know, It’s Often All I Want – Estados Unidos
7 “Con.Tatto: Francesca Leoni & Davide Mastrangelo” – Androgynous – Itália
8 Constanza Meléndez – Untitled (1990) – Alemanha
9 Cristina Pavesi – Giallo – Itália
10 Daniel Alexander Smith – Sea Change – Estados Unidos
11 Daniel H. Dugas – Apples and Oranges – Canadá
12 Daniel Wechsler – Dust – Israel
13 Das Vegas (Vygandas Simbelis) – STRATA – Suécia
14 David Clark – The Cinema of Sweat – Canadá
15 Diran Lyons – Keep The Clubs Swingin’ (#Obeezy | Dr. Dre Remix) – Estados Unidos
16 Dustin Morrow – Treetops – Estados Unidos
17 Edu Rabin & Renata de Lélis – Onda – Brasil
18 Fabio Scacchioli & Vincenzo Core – Bang Utot – Itália
19 Fabio Scacchioli & Vincenzo Core – Scherzo – Itália
20 Francesca Fini – Dadaloop – Itália
21 Hakan Lidbo – Tightrope – Suécia
22 Hakeem b – Jane’s Electronic Poem – França
23 Jaret Vadera – On Kings and Elephants – Estados Unidos
24 Jeroen Cluckers – Tears in Rain – Bélgica
25 Laura Focarazzo – The Uninvited – Argentina
26 Liliana Farber – The Blue Marble – Israel
27 Liu Chang & Miao Jing – INFINITE – China/Estados Unidos
28 Marcell Andristyák – Roadlovers – Hungria
29 Michael Pelletier – Coordinated Movement – Holanda
30 Paganmuzak – N3 – Itália
31 Paulina Rutman – Fall – Chile
32 Peter Whittenberger – What’s the Worst That Can Happen? – Estados Unidos
33 Peter William Holden – The Invisible – Alemanha
34 “pixels+fibre: Myrto Angelouli & Fiona Gavino” – (My) Space I – Austrália
35 Przemek Wegrzyn – Lullaby – Polônia
36 Przemek Wegrzyn – Home Movie – Polônia
37 Przemek Węgrzyn – Security Measures – Polônia
38 Shaun Wilson – Uber Memoria XIX – Part VII – Austrália
39 Silvia De Gennaro – Travel Notebooks: Venice, Italy – Itália
40 Silvia De Gennaro – Travel Notebooks: Barcelona, Spain – Itália
41 Stuart Pound – Song Lines – Inglaterra
42 Stuart Pound – Coming & Going – Inglaterra
43 Stuart Pound – Six Portraits of Clara Schumann – Inglaterra
44 Vera Sebert – Panorama Panic Botany – Áustria
.
GIF
O FILE GIF apresenta este ano mais de 40 propostas que ressaltam a própria estrutura das GIFs, ao abordarem padrões, enfatizando-os ou os rompendo-os, sejam eles comportamentais (individuais e sociais) ou formais.
Curadoria: Fernanda Albuquerque de Almeida
1 Bill Domonkos – Open 24 Hours – Estados Unidos
2 Bill Domonkos – Grapevine – Estados Unidos
3 Bill Domonkos – Personality & Crime – Estados Unidos
4 Cal Dean – Minimal Gif 18 – Austrália
5 Cal Dean – Minimal Gif – Austrália
6 Cal Dean – Minimal Gif 19 – Austrália
7 Cal Dean – Minimal Gif 32 – Austrália
8 Cal Dean – Minimal Gif 30 – Austrália
9 Carl Burton – Well – Estados Unidos
10 Carolina Costa – Hypnotist Yamamoto – Brasil
11 Clayton Shonkwiler – Coalesce – Estados Unidos
12 Clayton Shonkwiler – Reinvention – Estados Unidos
13 Clayton Shonkwiler – Epicenter – Estados Unidos
14 Clayton Shonkwiler – Derange – Estados Unidos
15 Clayton Shonkwiler – Come Along – Estados Unidos
16 Cleber Gazana – Read Error: Black – Grey – White – Brasil
17 Cody Walzel – Breadheads – Estados Unidos
18 Dora Bartilotti – _cascade – México
19 Eleonora Roaro – Achilles used to love Mrs Turtle, endlessly – Itália
20 George Redhawk – Meat Meier – Estados Unidos
21 George Redhawk – Pierre Alain D – Estados Unidos
22 George Redhawk – Thomazs Allen Kopera – Estados Unidos
23 INSA – The Loading Series – Inglaterra
24 Jacky Ke Jiang – Timecard Time – Estados Unidos
25 Kevin Welsh – Holding for life – Estados Unidos
26 Leche de Mipalo – Fiends – Porto Rico
27 Leche de Mipalo – The Truth is Ordinary – Porto Rico
28 Leche de Mipalo – Thereur – Porto Rico
29 Nicolas Sassoon – Window – Canadá
30 Samantha Harvey – Deconstruct – Reino Unido
31 Siyu Mao – Nothing but Nonsense – Alemanha
32 Stephen Vuillemin – The New-York Times – França
33 Sumit Sijher – Dust Loops – Estados Unidos
34 Sumit Sijher – Harmonic Twist – Estados Unidos
35 Sumit Sijher – Perpetual Bloom – Estados Unidos
36 Sumit Sijher – Zeno’s Waterfall Phase – Estados Unidos
.
MÍDIA ARTE
1 Glasz DeCuir – The Performance that Was Not Allowed – Espanha
2 group soul – The Record of my Ascension – Canadá
3 group soul – A Full Expression – Canadá
4 group soul – A Prayer for You – Canadá
5 Ioan Cernei – Embroidered Data – Áustria
6 IP Yuk-Yiu – S for Sisyphus ¬ – Hong Kong
7 Jean-Michel Rolland – MELTING POT – França
8 Joana Moll – CO2GLE – Espanha
9 Kwon Daye – Where is the end of the world? – Coréia do Sul
10 lenina – the otherness – Argentina
11 Mark Tholander – a href ( n u l l ) – Dinamarca
12 Michael Takeo – Magruder Data Storm (prototype I) – Reino Unido
13 Milton Läufer – Codes – Estados Unidos
14 Milton Läufer – Text’s topology – Estados Unidos
15 Milton Läufer – The Library of Barracas – Estados Unidos
16 Patricio Gonzalez Vivo – RandomCity – Estados Unidos
17 Patricio Gonzalez Vivo – Skylines III – Estados Unidos
18 Pedro Veneroso – ASCIIVideo – Brasil
19 Rony Maltz & Daniel Temkin – Borges: The Complete Works/Obras Completas – Brasil
20 TeYosh: Teodora Stojkovic and Sofija Stankovic – Dictionary of Online Behavior – Holanda
21 Thais Weiller & Amora B. – Rainy Day – Brasil
22 The Institute for the Advancement of Popular Automatisms: Joana Moll & Eugenio Tisselli – GOOGLE & FRIENDS – Espanha/México
23 Tirtza Even Natural Life, Interactive – Online Archive – Estados Unidos
24 Wei-Ming Ho – Self- Destruction for Eternity – Taiwan
.
HIPERSÔNICA
Performance – Domingo na Paulista
Curadoria: Ana Bacaro
1 Érica Alves – Brasil
2 Pedro Zopelar – Brasil
3 Tigre Dente de Sabre: Marcos Leite Till & Gui Calzavara – Brasil
4 Cassino Queen: Bóris e Mari – Brasil
Participantes
1 A B I I I S M O: Rogermultiuse & Francisco Terra – A B I I I S M O – We don’t dance – Brasil
2 Danhua Ma – Conversation With Trees – Estados Unidos
3 dob – •dob• – Estados Unidos
4 Francisco Meirino – A Possibility (One of Many) – Suíça
5 GRIDBLOCK [Cleber Gazana] – Bipolar – Brasil
6 Groß, Groß: Martin Groß & Stephan Groß – Précision – Alemanha
7 Groß, Groß: Martin Groß & Stephan Groß – Mystère – Alemanha
8 Joceles Bicalho & Marcus Neves – Stria in Flame – Brasil
9 JOESÉR ALVAREZ – Remix para Butô & Cometa – Brasil
10 Juan Carlos Vasquez – Sibelius Collage – Finlândia
11 Marco Ferrazza – Omen – Itália
12 Pablo Sanz – [in]audible – Estados Unidos
13 Patricia Martinez – Conciencia pura de invención – Argentina
14 Peter van Haaften – E.L.A.P.S. – Canadá
15 Ricardo de Armas – Lucid Dream – Argentina
16 Rocío Cano Valiño – Catarsis Sinusoidal – Argentina
17 The Tiny Orchestra – All in the Same Boat – Canadá
18 Uwe Heine Debrodt – orbiting & exploring 1 – México
19 Uwe Heine Debrodt – orbiting & exploring 2 – México
20 Yuko Katori – Léthé – França
21 Barotti – Rising – Alemanha
Screening
1 “Yukao Nagemi & Lola Ajima ” – generative nights – França
2 Kenji Kojima – The Sound of Fountain at Lincoln Center, New York – Estados Unidos
3 Wonbaek Shin – Expanding Simplicity – Alemanha
4 Joesér Alvarez – Tecnomagia 1.0- Brasil
.
FILE Led Show 2016
O FILE Led Show 2016 apresenta seis obras de videoarte sensorial que também são exibidas dentro da Galeria de Arte do SESI, duas delas como instalações e as outras quatro como parte da curadoria do FILE Videoarte. Ao apresentar as obras nesses dois contextos, buscamos enfatizar a imbricação dos espaços internos e externos para a qual a onipresença das telas nos direciona.
Curadoria: Fernanda Albuquerque de Almeida
1 Angella Conte – Sentido Único – Brasil
2 Das Vegas (Vygandas Simbelis) – STRATA – Suécia
3 Edu Rabin & Renata de Lélis – Onda – Brasil
4 Hakan Lidbo – Tightrope – Suécia
5 Karina Smigla-Bobinski – KALEJDOSKOP – Alemanha
6 Liu Chang & Miao Jing – INFINITE – China/Estados Unidos
.
DESTAQUES
1 Baku Hashimoto & Katsuki Nogami – EYE – Japão (Destaque FILE Vídeo Arte)
2 Interactive Media Foundation – The Land of the Magic Flute – Alemanha (Destaque FILE ANIMA+)
3 Pantumaca Barcelona – Mind: Path to Thalamus Enhanced Edition – Espanha (Destaque FILE GAMES)
.
WORKSHOP
Inscrições
Coletivo Laranja Azul: Mayara Tutumi, Miguel Alonso, Nadia Bosque, Rafael Freire & Ricardo Filho – Ex-code, QR na ponta da goiva – Brasil
15 de Julho, das 9h às 13h – intervalo – das 14h às 18h
Fabricio Lima – Experimentos com animação tradicional – Brasil
12 a 15 de Julho, das 18h às 22h
Gabriel Menotti – Natureza calculada: Estudos em fotografia computacional – Brasil
12 a 14 de Julho, das 14h às 18h
Marcelo Castro – Desenho evolutivo: Personagens bidimensionais a tridimensionais – Brasil
12 a 15 de Julho, das 14h às 18h
Mauricio Jabur – Construindo um emulador de theremin digital passo a passo – Brasil
12 a 15 de Julho, das 18h às 22h
Pedro Eboli – Pitch, colocando seu projeto de animação na rua – Brasil
12 de Julho, das 9h às 13h – 15 de Julho, das 9h às 13h.
Quasares: Dyego Digiandomenico, Gabriele Landim & Henrique Fischer – Dados no processo de design – Brasil
12 a 14 de Julho, Das 9h às 13h
Thiago Salas – Instrumentos eletrônicos e gesto sonoro – Brasil
13 a 14 de Julho, das 9h às 13h
.
SERVIÇO
FILE 2016 – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica
EXPOSIÇÃO
Galeria de Arte do SESI-SP
De 11 de julho a 28 de agosto
Todos os dias, das 10h às 20h, com entrada permitida até 19h40
FILE LED SHOW
Galeria de Arte Digital SESI-SP
De 11 de julho a 28 de agosto
Todos os dias das 22h às 6h
FILE HIPERSÔNICA – DOMINGO NA PAULISTA
Na calçada do edifício FIESP/SESI-SP
17, 24 e 31 de julho e 07 de agosto
Das 15h30 às 16h30
FILE WORKSHOP
Espaço Mezanino
12 a 15 de julho
Das 09h às 22h
Faixa etária: 16 anos
Centro Cultural FIESP – Ruth Cardoso
Av. Paulista, 1313
Em frente ao metrô Trianon-Masp
Entrada gratuita
Indicação livre
Agendamento de grupos: de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h30, pelo telefone 11 3146-7439