SOFTKILL DESIGN

ProtoHouse

source: softkilldesign

Softkill Design is a collaboration between Nicholette Chan, Gilles Retsin, Aaron Silver and Sophia Tang. We are a London based team of architects and designers researching new methods of generative design for additive manufacturing.
.
.
.
.
.
.
.
.
source: diggita

Un team di progettisti di Londra ha partecipato ad una gara per creare la prima casa stampata in 3D. La Softkill pensa infatti che il futuro delle abitazioni sia questo: elementi prefabbricati stampati utilizzando materie plastiche piuttosto che sabbia o calcestruzzo. Una rivoluzione nel campo dell’edilizia abbattendo i costi delle case.
.
.
.
.
.
.
.
source: livingdesign

Softkill Design, uma empresa de arquitetura coletiva de Londres, está determinada a construir a primeira casa de plástico por meio de impressoras 3D. Eles acreditam que, em breve, será possível imprimir uma habitação em três semanas e montá-la em um único dia.

O protótipo – Protohouse 2.0 – é de uma casa térrea com oito metros de largura por quatro metros de comprimento. Para viabilizar essa construção, as paredes da casa serão impressas em sete seções dentro da fábrica, em partes pequenas o suficiente para serem transportadas em vans e depois serem montadas no terreno onde se deseja instalar a moradia.

Com peças extremamente leves e de fácil conexão não será preciso de parafusos ou soldas para sua montagem. Os componentes da Protohouse 2.0 serão fabricados em bio-plástico sintetizado a laser por um sistema de algoritmos que age de modo similar ao crescimento de ossos. O resultado é um material de estrutura fibrosa com bastante complexidade e qualidade ornamental.

Segundo a Softkill Design, esse método fornece uma melhor qualidade e integridade para a estrutura do que métodos de impressão 3D que usam areia ou concreto. Além disso, a forma como é feita essa construção permite liberdade de formas e design, imprimindo detalhes na fachada e também produzindo escadas e móveis.

O custo de construção da Protohouse 2.0 ainda é confidencial, mas os fabricantes acreditam que em um futuro próximo o valor será competitivo se comparado o das construções tradicionais.
.
.
.
.
.
.
.
source: ernandesdocarmo-ie

O escritório britânico de arquitetura Softkill Design divulgou planos de construir uma casa feita com uma impressora 3D (clique em MAIS para ver como funciona esta tecnologia). A imagem acima mostra como seria a Protohouse 2.0, com 8 metros de comprimento e 4 metros de largura, que teria suas partes ‘impressas’ em uma fábrica. À publicação ‘De Zeen’, o arquiteto Gilles Retsin afirmou que o processo de impressão deve levar três semanas e a montagem, um dia. A matéria-prima seria náilon.