STUDIO KIMCHI AND CHIPS

483 linhas
A obra de arte 483 linhas amplia esta imagem de vídeo analógico até que ela tenha 16 metros de largura e, em seguida, dobra essa imagem várias vezes para que ela se encaixe verticalmente no espaço da galeria, adicionando aí oscilações de profundidade na imagem que podem ser ativadas por ‘ajuste’ do vídeo projetado para corresponder a essas ondas. As linhas estritamente organizadas podem ser ilusórias, criando uma arquitetura confusa de horizontes, enquanto o vídeo reproduzido mostra um passado, presente e futuro paralelos.

Kian-Peng Ong

Ong Kian-Peng
Coronado
FILE FESTIVAL

“Coronado” foi inspirada em uma visita à praia de Coronado, na Califórnia, a qual foi um momento inspirador jamais sentido em outras praias. A paisagem sonora presente em Coronado parecia vir de todas as direções, com múltiplas camadas de ondas sonoras. Decidi então que iria fazer um trabalho sonoro que traduzisse esta experiência. Esta instalação sonora é caracterizada pela interação entre as fontes sonoras analógicas e digitais que se sobrepõem, explorando a ideia de uma paisagem marítima. O cerne da instalação é um tambor oceânico controlado por braços mecânicos, que cria e simula o som das ondas do mar. Isso é captado pelo microfone, reprocessado através do computador e enviado para as caixas acústicas de 6 canais em tempos diferentes. A interação e a sensação de infinitude na sobreposição do analógico e do digital são minha interpretação e resposta ao maravilhamento que senti em Coronado.