CHLOÉ MOGLIA

Perigos
Longe do espetáculo da disciplina, Chloé Moglia transformou o trapézio em uma experiência espacial de suspensão. Uma revolução que envolve a reinvenção perpétua dos aparelhos, mas não apaga a dificuldade técnica e física. Chloé Moglia parece ter uma relação ambígua com seu aparato original: o trapézio. Uma relação de amor e ódio transcendida pela questão da suspensão. Para Aléas, o aparelho tem a forma de uma longa corda de aço com trinta metros de comprimento. As três fases do Aleas foram criadas entre junho de 2013 e fevereiro de 2015: Aléa # 1 La Ligne com Chloé Moglia, Aléa # 2 Suspensives com cinco trapezistas e Aléa # 3 Tracé com Chloé Moglia novamente. Em jogo: a intensidade, a violência, a experiência física, os códigos e outros limites da arte da suspensão para um espectáculo tripartido que fala da nossa fragilidade, da nossa condição humana.

ARTHUR ELSENAAR

Mudança de rosto – As variedades da expressão facial humana
“The Varieties” é uma exploração algorítmica da expressão facial humana. Seis músculos de cada lado da face são acionados sucessivamente por meio da estimulação elétrica, resultando em 4.096 expressões faciais diferentes.