RENE LALOUX

Рене Лалу
gandahar

René Laloux, criou Gandahar, seu último filme de animação. Baseado no romance de Jean-Pierre Andrevon Les Hommes-machines contra Gandahar Esta fascinante animação adulta combina a famosa imaginação de Laloux com a do designer de animação Philippe Caza. “A minha busca começou com um enigma. “Em mil anos, Gandahar foi destruído, e todo o seu povo massacrado. Há mil anos, Gandahar será salvo, e o que não pode ser evitado será.” -Sylvain. Este filme está no planeta Gandahar, onde a paz reina e a pobreza é desconhecida. O estilo de vida utópico é perturbado por relatos de pessoas nas fronteiras periféricas sendo transformadas em pedra. Enviado para investigar, o Príncipe Sylvain (João Shea) cai e é resgatado pelas experiências genéticas deformadas e horrendas que correram mal e deixado para defender-se por si mesmos. Com sua ajuda, Sylvain descobre que a Metamorfose, um cérebro gigante também criado em uma experiência, está tentando destruir Gandahar.
.
René Laloux created Gandahar, his last animated film. Based on Jean-Pierre Andrevon’s novel Les Hommes-machines against Gandahar This fascinating adult animation combines Laloux’s famous imagination with that of animation designer Philippe Caza. “My quest began with a riddle. “In a thousand years, Gandahar was destroyed, and all his people slaughtered.

Roman Ermakov

Alchemy 3

Our perception — the only true reality. Creation as a feeling that generates the image, expressed in the form. Beauty manifesto calling to go beyond that limit imagination. The aesthetics of art can not be reduced to a clear set of building blocks with which you can strengthen or weaken the perception of contrast. Beauty should not be subjected to analysis, that is communication and the call to participate in the transformation of the emotional to the visible.