olafur eliasson

オラファー·エリアソン
اولافور الياسون
奥拉维尔·埃利亚松
אולאפור אליאסון
ОЛАФУР ЭЛИАССОН
water fall versailles
Palácio de Versalhes recebe exposição de artista islandês que conta com uma queda d’água que parece surgir do meio do nada. Componente de uma exposição que propõe alterar as silhuetas do Palácio de Versalhes, a queda d’água do Grand Canal é com certeza a mais impactante. A estrutura amarela é escondida pela corrente de água e as nuvens adjacentes, fazendo com que a queda tenha sua origem incerta, parecendo ter aparecido do nada. O artista islandês Olafur Eliasson é conhecido por seus trabalhos grandiosos que conseguem alterar toda atmosfera explorando a luz, profundidade e sensações.

Lin Hwai-min

Formosa
“Formosa relies heavily on words and poetry for its inspiration and imagery. It traces Taiwan’s history from the 16th century, when Portuguese sailors upon seeing the island exclaimed, “Formosa!” meaning “Beautiful!” Poems appear on a white scrim above a white floor. In the beginning, the poems are whole. The black Chinese characters are neatly aligned. Gradually, however, the poems slide away and the characters enlarge, slowly disappear, become abstract, pour like a stream, peel away, and break apart. A chaotic jumble appears. To some extent, the writing dances.” Carmel Morgan