olafur eliasson

オラファー·エリアソン
اولافور الياسون
奥拉维尔·埃利亚松
אולאפור אליאסון
ОЛАФУР ЭЛИАССОН
water fall versailles
Palácio de Versalhes recebe exposição de artista islandês que conta com uma queda d’água que parece surgir do meio do nada. Componente de uma exposição que propõe alterar as silhuetas do Palácio de Versalhes, a queda d’água do Grand Canal é com certeza a mais impactante. A estrutura amarela é escondida pela corrente de água e as nuvens adjacentes, fazendo com que a queda tenha sua origem incerta, parecendo ter aparecido do nada. O artista islandês Olafur Eliasson é conhecido por seus trabalhos grandiosos que conseguem alterar toda atmosfera explorando a luz, profundidade e sensações.

PLATONOV PAVEL

بافيل بلاتونوف
帕维尔·普拉东诺夫
Павел Платонов

Platonov Pavel é um fotógrafo e designer russo conhecido por suas esculturas. Seus trabalhos são principalmente compostos por objetos tridimensionais utilizando materiais como madeira, metal e espelhos. Também possui séries fotográficas de modelos sendo adornados com mascaras tridimensionais feitas de papel.

CAJSA VON ZEIPEL

O trabalho de Cajsa Von Zeipel decorre de pensamentos sobre o narcisismo e a cultura da juventude; coisas como a cultura pró-ana – anorexia nervosa. Seu trabalho relaciona-se com os fortes desejos de realizar o ‘auto’, não importa a que custo.

The Constitute: Sebastian Piatza & Christian Zoellner

Eyesect
file festival
”Eyesect” é uma constelação interativa vestível que reflete um experimento extracorpóreo de maneiras imersivas. O trabalho permite que os usuários vicenciem seu ambiente sob novos pontos de vista. O mundo, conforme o percebemos na realidade e por meio da mídia, é alinhado com a visão dos seres humanos através de binóculos e estereoscópio. Essa perspectiva onipresente centrada no humano e o debate crítico sobre a tecnologia 3D que só estimula o espaço real e não simula a ânsia por novas propostas visuais foram o ponto de partida para o trabalho em ”Eyesect”

MARIANNE FAITHFULL

THERE IS A GHOST
BOB WILSON

Os retratos em vídeo tomaram forma em 2007, após mais de dois anos de trabalho de Wilson com a VOOM HD Networks […] Eles são repetidos em rotação contínua para não ter um começo e um fim, criando uma obra de arte em quadros. O resultado final no monitor é semelhante ao de uma fotografia. Os “retratos”, que duram de 30 segundos a 20 minutos, parecem imóveis, mas os personagens realmente realizam pequenas ações – um movimento simples, um piscar de olhos, um toque no pé – que ampliam o potencial narrativo do retrato tradicional, aproximando-o da história cinematográfica, sem perder a aura de fixidez icônica que caracteriza o retrato pictórico de todos os tempos.

ZAHA HADID ARCHITECTS

زها حديد
扎哈·哈迪德
זאהה חדיד
ザハ·ハディド
Заха Хадид
Roca London Gallery

“Nosso trabalho imbui a arquitetura com a complexidade e a beleza de formas naturais. Utilizando uma linguagem formal derivada do movimento da água, a Roca London Gallery foi erodida e polida por fluidez; gerando uma sequência de espaços dinâmicos esculpidos a partir desse jogo fascinante entre arquitetura e natureza”.

Los Carpinteros

ロス·テロス
ЛОС-КАРПИНТЕРОС

Los Carpinteiros é um coletivo fundado em 1991 pelos artistas Marco Antonio Castillo Valdes (1971), Dagoberto Rodríguez Sánchez (1969) e Alexandre Jesús Arrechea Zambrano (1970), sendo que o último fez parte do grupo até 2003. Realiza desenhos, esculturas e instalações e discute temas relacionados à arquitetura, ao design e à política, aproximando constantemente arte e sociedade e construindo seus trabalhos de forma inusitada e muitas vezes com humor.

JULIAN OLIVER

朱利安·奥利弗
줄리안 올리버
ג’וליאן אוליבר
ジュリアン・オリバー
Джулиан Оливер
the transparency grenade

Julian Oliver é um artista nascido na Nova Zelândia, desenvolvedor de software livre, professor e escritor ocasional, sediado em Madri, Espanha. Ele apresentou trabalhos e obras de arte em muitos eventos e conferências internacionais sobre arte eletrônica. Julian deu diversos workshops e aulas sobre design de jogos, desenvolvimento artístico de jogos, arquitetura virtual, design de interfaces, realidade aumentada e práticas de desenvolvimento de código aberto em todo o mundo.

Isaac Julien

Ten Thousand Waves
Os trabalhos de Isaac Julien são considerações críticas da globalização e representação. Ele nasceu em 1960 em Londres, onde ainda tem sua base, e se formou em São Petersburgo. Escola de Arte Martins, depois de estudar pintura e cinema. Ele foi reconhecido na década de 1980 por seus documentários poéticos e instalações de vídeo e hoje é um artista e cineasta de renome internacional.

Tim Hawkinson

蒂姆·霍金森
ティム·ホーキンソン
تيم هاوكينسون
Cartwheel

Tim Hawkinson (1960-) Nasceu em São Francisco. Graduou-se pela San Jose State University, San Jose. Mestrado pela University of California, Los Angeles. Mais conhecidos por suas complicadas esculturas/instalações misturando engrenagens e sons. Em muito trabalhos usa seu próprio corpo como modelo. Discute música e a passagem do tempo. Participou das Bienais do Whitney Museum e de Veneza. Vive e trabalha em Los Angeles. É representado pela Pace Gallery.

HELEN SOBIRALSKI

Хелен Собиральски
Cockaignesque

A encenação de motivos históricos tem um encanto especial na fotografia, pois as épocas podem ser visualmente ligadas entre si dessa maneira. Helen Sobiralski conta histórias de uma terra de leite e mel em “Cockaignesque”; O título refere-se ao termo em inglês e francês de Cockaigne, Cockaigne ou Cacogne. Sua terra de leite e mel teve origem no estúdio de FH Dortmund. Com imensos trabalhos detalhados, um cenário de palco foi construído e pintado, adereços e roupas adquiridos, modelos adequados procurados. Ela não estava preocupada com a cópia de pinturas históricas, mas com a captação de motivos e símbolos individuais, que frequentemente recebem uma nova acentuação nas fotografias.

Zaha Hadid

Opus Dubai Hotel
“O Opus segue à risca a principal missão da Omniyat, de tratar cada projeto como se fosse uma obra de arte única e exclusiva,” disse Mahdi Amjad, presidente executivo e CEO da Omniyat. “O projeto de arquitetura transparece a complexidade e criatividade do trabalho da ZHA; expressando uma sensibilidade espacial única, que transcende os limites entre o espaço interior e exterior, entre o cheio e o vazio e o que é opaco e transparente.”

EVGENY KAZANTSEV

Evgeny Kazantsev é um artista russo. Trabalhando como ilustrador, diretor de arte e designer gráfico, ele desenvolve trabalhos em publicidade, ilustrações e artes conceituais. Evgeny Kazantsev cria ilustrações com um estilo realista, não raramente usando foto-manipulação digital (photoshop) para dar um ar ainda mais real às suas criações. Em duas séries de ilustrações desenvolvidas para uma companhia de seguros, o artista criou imagens que mostram duas facetas do que pode ser o nosso futuro, no melhor estilo ficção científica realista. Em “Past in the Future” (Passado no Futuro), Evgeny Kazantsev imagina como objetos e locais reais de nosso tempo irão se desenvolver no futuro, mostrando, por exemplo, como trens magnéticos voadores irão cortar os ares, como as megalópoles se desenvolverão, como o espaço será explorado para mineração, entre outros. É uma visão otimista do futuro, com toques de ficção científica baseadas na realidade.

SHAI LANGEN

Shai se define como um artista visual e busca transmitir através de seus projetos a inquietação e o vazio do prazer humano em obras conceituais que contrastam a leveza de um cenário inexistente e a agonia e fragilidade do indivíduo perante os materiais aplicados. Na maioria de suas fotografias – em grande parte feita para a indústria fashion e com o auxílio de outros fotógrafos – o artista é o seu próprio modelo e assume comportamentos hedônicos para concretizar seus trabalhos

AKATRE

Criativo, surreal, por vezes pretensioso e sempre bizarro, estas são algumas das mais relativas características que percebi no trabalho fotografista do francês Akatre. De tendências tão diretas quanto bem humoradas, a técnica de captação de imagens e situações empregada por Akatre misturam-se harmoniosamente entre a simplicidade e a criatividade, estas inerentes à imaginação do fotógrafo, artista plástico e web designer. Com um web site tão inovador em apresentação quanto a proposta do foto ensaio aqui em divulgação, Akatre firmou-se na comunidade artística européia como um ícone em vanguardismo. Sempre presente nos mais influentes meios de divulgação de artes, o francês se faz constante com propostas contemporâneas acondicionadas ao propor à quebra de rotinas e paradigmas de senso comum.

MARIANA MANHAES

Pisca-pisca
Meu trabalho consiste na invenção e construção de engenhocas que são comandadas por vídeos de objetos animados. Os objetos são pinçados do meu cotidiano visual: portas do meu ateliê, bules da cristaleira da sala, taças e jarros da coleção da minha mãe. Todos eles são filmados e seus movimentos enfatizados durante o processo de edição, de maneira a criar gestos caricatos semelhantes ao comportamento humano e animal. A manipulação do tempo do vídeo é determinante para a deformação das imagens, que não se resumem a meras representações do real

JUM NAKAO

Джум Накао
ジュン·ナカオ
sewing the invisible

Jum Nakao é estilista e diretor de criação, brasileiro e neto de japoneses. Vive na cidade de São Paulo onde se localiza seu ateliê. Inicialmente acreditava que o suporte do seu trabalho poderia ser a eletrônica e a computação, mas abandona esse setor por considerar os estudos extremamente distantes do olhar humano.

PHILLIP TOLEDANO

فيليب توليدانو
菲利普托莱达诺
פיליפ טולדנו
フィリップ·トレダノ
Филипп Толедано

Phillip Toledano é um fotógrafo multicultural desde que nasceu em Londres de uma mãe franco-marroquina e de um pai americano. Segundo ele, as fotografias devem parecer frases inacabadas para deixar espaço para perguntas. Seu método geralmente consiste em uma mistura entre a fotografia e várias instalações preparadas. O trabalho de Phillip Toledano já apareceu em muitos títulos como Vanity Fair, The New York Times, New Yorker, Esquire, GQ, The World, etc.

LISA WILLIAMSON

Лиза Williamson
ليزا ويليامسون
丽莎·威廉姆森
リサ・ウィリアムソン
Club Foot and the Towel

A artista Lisa Williamson, de Los Angeles, tem um trabalho que me fez parar e questionar sobre o processo artístico daquelas peças. É lindo demais o modo como ela incorpora objetos banais transformando-os em pintura e escultura sem que a gente desassocie de suas inspiração inicial.

SHAI LANGEN

Nativo de Amsterdam, Shai Langen é um artista plástico que mistura suas obras a fotografias de maneira peculiar e consistente[…] Na maioria de suas fotografias – em grande parte feita para a indústria fashion e com o auxílio de outros fotógrafos – o artista é o seu próprio modelo e assume comportamentos hedônicos para concretizar seus trabalhos.

BANKSY

班克斯
バンクシー
Бэнкси
Palestina
Banksy é o pseudônimo de um grafiteiro, pintor, ativista político e diretor de cinema inglês. Sua arte de rua satírica e subversiva combina humor negro e graffiti feito com uma distinta técnica de estêncil. Seus trabalhos de comentários sociais e políticos podem ser encontrados em ruas, muros e pontes de cidades por todo o mundo.

ARNO RAFAEL MINKKINEN

O trabalho do fotógrafo Arno Rafael Minkkinen sintetiza vários movimentos e questões da arte contemporânea, principalmente vertentes como a body art, a construção identitária e o nu masculino. Suas imagens relatam uma espécie de jornada épica – representando tanto uma aventura no mundo físico natural e urbano, quanto uma viagem psicológica galgada pelo espírito humano solitário.

Daniel Steegmann Mangrané

Mientras una Flor se Marchita
O trabalho que Steegmann Mangrané se compõe de sutis, poéticas e no entanto cruas experimentações que questionam a relação entre a linguagem e o mundo.Embora principalmente conceitual, suas instalações engajam com a imaginação do espectador e exibem uma forte preocupação com a existência e as características concretas das obras, ativando a linguagem abstrata como um princípio gerador de pensamento, articulador de um significado instável.

PINA BAUSCH

ピナ·バウシュ
翩娜。
פינה באוש
피나
Пина Бауш
بينا باوش
…COMO EL MUSGUITO EN LA PIEDRA, AY SI, SI, SI

Philippine Bausch, mais conhecida como Pina Bausch (Solingen, 27 de julho de 1940 — Wuppertal, 30 de Junho de 2009), foi uma coreógrafa, dançarina, pedagoga de dança e diretora de balé alemã. Conhecida principalmente por contar histórias enquanto dança, suas coreografias eram baseadas nas experiências de vida dos bailarinos e feitas conjuntamente. Várias delas são relacionadas a cidades de todo o mundo, já que a coreógrafa retirava de suas turnês ideias para seu trabalho.

Odires Mlászho

Odires utiliza a representação do corpo humano disponível nas ilustrações e fotografias e reflete sobre o processo de construção de identidades nas sociedades contemporâneas. Seu trabalho, muitas vezes, põe em questão a autoimagem baseada em padrões de beleza, coragem, poder, masculinidade e feminilidade.more

Cajsa Von Zeipel

O trabalho de Cajsa Von Zeipel decorre de pensamentos sobre o narcisismo e a cultura da juventude; coisas como a cultura pró-ana – anorexia nervosa. Seu trabalho relaciona-se com os fortes desejos de realizar o ‘auto’, não importa a que custo.

Xu Zhen

徐震
Movement Field
O artista comptemporâneo Xu Zhen gosta de provocar; seus trabalhos têm especial interesse no conflito, no incômodo e na mais pura ironia nonsense, frívola e megalomaníaca.

CLAIRE MORGAN

Клер Морган
كلير مورجان
克莱尔·摩根
クレア·モーガン
클레어 모건
Human Nature
Meu trabalho é sobre nosso relacionamento com o resto da natureza, explorado por meio de noções de mudança, a passagem do tempo e a transitoriedade de tudo ao nosso redor. Para mim, criar estruturas ou formas aparentemente sólidas a partir de milhares de elementos suspensos individualmente tem uma relação direta com a minha experiência dessas forças. Há uma sensação de fragilidade e falta de solidez que permeia todas as esculturas.

Cajsa Von Zeipel

O trabalho de Cajsa Von Zeipel decorre de pensamentos sobre o narcisismo e a cultura da juventude; coisas como a cultura pró-ana – anorexia nervosa. Seu trabalho relaciona-se com os fortes desejos de realizar o ‘auto’, não importa a que custo.

NINO CAIS

maiastra
O trabalho de Nino tem uma intensa relação com objetos cotidianos. Para o artista, os objetos de uso doméstico referem-se ao desejo de apropriar-se da memória do objeto, a fim de ganhar as experiências do tempo. Equilíbrio e delicadeza são duas características que podem ser atribuídas aos arranjos entre o corpo de Nino e os objetos. Neles, seu corpo se integra aos objetos, muitas vezes amparando-os, em outras sendo amparado por eles.