Ricardo Barreto and Raquel Fukuda

Ricardo Barreto & Raquel Fukuda

source:fileorgbr

O ‘Xadrez Auto-Criativo (XAC)’ se apresenta na forma de um cubo onde cada uma das faces corresponde a um tabuleiro de xadrez 8×8; para uma melhor visibilidade, ele pode ser disposto numa versão linear, numa série sucessiva de seis tabuleiros. Em cada um destes tabuleiros existem 16 peças brancas e 16 peças pretas; formadas por: reis, rainhas, bispos, cavalos, torres e peões; que realizam seus movimentos oficiais; no entanto, ao invés de termos a disposição desta peças como em um jogo oficial de xadrez, elas são dispostas inicialmente pela repetição dos mesmos elementos, i.e: 16 reis brancos x 16 reis pretos; 16 rainhas brancas x 16 rainhas pretas; 16 cavalos brancos x 16 cavalos pretos e assim por diante. Os 6 primeiros jogos são chamados de ‘os 6 jogos primitivos’ ou “proto-xadrez”. Cada um deles tem um número romano: I, II, III, IV, V, VI; assim como coordenadas horizontais e verticais em notação algébricas: A, B, C, D, E, F, G, H x 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8. Cada posição algébrica de um tabuleiro tem sua correspondência nos outros 5 tabuleiros i.e: no tabuleiro I, a posição A1, corresponde, simultaneamente, a posição A1 nos tabuleiros II, III, IV, V e VI, ou seja, os lugares das permutações possíveis. Os tabuleiros são compostos por um total de 192 peças, sendo 96 brancas e 96 pretas. Cada tabuleiro, por sua vez, possui 16 peças brancas e 16 peças pretas. As 192 peças são permanentes e nunca saem dos tabuleiros, mas se permutam entre si. O ‘Xadrez Auto-Criativo’ pode gerar jogos simétricos ou assimétricos. Ele é simétrico quando as peças brancas estão dispostas com a mesma equivalência e posição que as peças negras; assim como ocorre no jogo oficial. Será assimétrico quando as peças não forem equivalente, nem em posição e nem em seus elementos; porém sempre mantendo o posicionamento das 16 casas para as brancas e 16 casas para as negras. como no jogo oficial. Cada vez que uma peça é deslocada, simetricamente ou assimetricamente, surge uma nova variação do ‘protoxadrez’ e portanto um novo jogo, todos os jogos gerados desta forma são, a princípio variações do ‘proto-xadrez’ inclusive o próprio jogo oficial do xadrez. Desta forma o ‘Xadrez Auto-Criativo’ não é uma variante do xadrez oficial, mas a sua origem. Os jogos de xadrez gerados pelo XAC podem ser simples ou complexos. Os jogos mais simples, são os ‘jogos primitivos’, apesar de jogáveis, não tem objetivo, ou pela ausência do rei ou pela inflação deste. Já os complexos envolvem estratégias mais elaboradas, como no caso do xadrez oficial, cujo o objetivo é imobilizar o rei do adversário. Por jogos complexos se entende aqueles que são mais problemáticos e não dependem da sorte, onde as dificuldades e os obstáculos são mais difíceis de serem superados e os objetivos exigem inteligência para serem alcançados. Através do ‘Xadrez Auto-Criativo’ as pessoas poderão encontrar, selecionar e desenvolver novos jogos e novas jogadas.

Créditos:
Construção do Protótipo: André Lenz
Bio.

Ricardo Barreto é artista e filósofo. Atuante no universo cultural trabalha com performances, instalações e vídeos e se dedica ao mundo digital desde a década de 90. Participou de exposições nacionais e internacionais tais como: XXV Bienal de São Paulo em 2002, Institute of Contemporary Arts (ICA) London – Web 3D Art 2002, entre outras. Apresentou as instalações digitais Charles in London, Nietzsche – o Primeiro Avator e feelMe em co-autoria com Maria Hsu. Concebeu e organiza, juntamente com Paula Perissinotto, o FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica.

Raquel Fukuda é animadora 2D, ilustradora e produtora de animação. Formada em Artes Plásticas e Rádio/TV e pós-graduada em Animação. Dirigiu, produziu e animou o curta-metragem autoral “Péssima Ideia, Ernesto”. Já prestou serviços para MTV Brasil, Estricnina Desenhos Animados, Cartoon Network, Gloob, Maurício de Souza Produções, Otto Guerra (Otto Desenhos), O2 Filmes, Filme de Papel, Farofa Studios, Boutique Filmes e Birdo Studio. Desde 2011 coordena o festival de animação FILE Anima+ e desde 2014 co-coordena o Dia Internacional de Animação em SP.
.
.
.
.
.
.
.
.
source:fileorgbr

‘Chess Auto-Creative (CHEAC)’, takes the form of a cube where each face corresponds to an 8 x 8 chessboard. The six chessboards can also be arranged in a line to make them easier to see. There are 16 white pieces and 16 black pieces on each of the chessboards, made up of elements such as: kings, queens, bishops, knights, castles and pawns, each of which moves according to the rules of the game. However, instead of the pieces being arranged as normal, they are first set out in patterns where each element is repeated i.e. 16 white kings x 16 black kings; 16 white queens x 16 black queens; 16 white knights x 16 black knights and so on. The first six games are called the six primitive games or “proto-chess”. Each of them has a Roman number: I, II, III, IV, V, VI, while the horizontal and vertical coordinates are marked using algebraic notation: A, B, C, D, E, F, G, H x 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8. Each algebraic position on one board has a corresponding position on the other five boards i.e. on Board I, position A1, corresponds simultaneously to position A1 on Boards II, III, IV, V and VI, – in accordance with the possible combinations allowed by the rules of chess. There are 96 white and 96 black pieces in all – a total of 192 on the boards. Each board has 16 white pieces and 16 black pieces. The 192 pieces always remain on the boards and are never removed but are interchangeable between the boards. ‘Chess Auto-Creative’ can generate symmetrical or asymmetric games. It is symmetric when the white pieces have the same equivalence and position as the black pieces, as in the normal rules of chess. The game will be asymmetrical when the pieces are not equivalent in terms of its elements or positions while, however, always being positioned on the 16 squares for the white pieces and 16 squares for the black pieces, as in the official game of chess. Each time a piece is moved to a new position, symmetrically or asymmetrically, a new variation of protochess is produced – in other words, a new game emerges. All games generated in this way are, in principle, variations of proto-chess – including the official chess game itself. This means that ‘Chess Auto-Creative’ is not a variant of the official chess game, but its origin. The chess games generated by CHEAC can be simple or complex. The simplest games are ‘primitive’ games. Although they are playable, they have no final objective, either because of the absence of the king or by an excessive number of kings. The complex games, however, involve more elaborate strategies, like with official chess, where the objective is to immobilize the adversary’s king (‘checkmate’). Complex games are those that are more problematic and do not depend on luck, where difficulties and obstacles are more difficult to overcome, and goals require intelligence to be achieved. Through ‘Chess Auto-Creative (CHEAC)’, people will be able to find, select and develop new games and new moves.

Credits:
Prototype Production: André Lenz
Bio.

Ricardo Barreto is both an artist and a philosopher. Active in the cultural scene, he works with performances, installations and videos. He has been dedicated to digitalization since the nineties. He has also taken part in several national and international exhibitions such as: XXV Biennial of São Paulo in 2002; Institute of Contemporary Arts (ICA) London – Web 3D Art 2002, among others. He presented the digital installations Charles in London, Nietzsche – the First Avator and feelMe in co-authorship with Maria Hsu. He also conceived and organizes together with Paula Perissinotto the FILE – Electronic Language International Festival.

Raquel Fukuda is a 2D animator, illustrator and animation producer. Graduated in Fine Arts and Radio/Television, and postgraduated in Animation and Audiovisual Production. She directed, produced and animated the authorial short film “Péssima Ideia, Ernesto”. She has provided service for MTV Brasil, Estricnina Desenhos Animados, Cartoon Network, Gloob, Maurício de Souza Produções, Otto Guerra (Otto Desenhos), O2 Filmes, Filme de Papel, Farofa Studios, Boutique Filmes, and Birdo Studio. Since 2011, she coordinates the animation festival FILE Anima+ and since 2004, cocoordinates the International Day of Animation in Sao Paulo.