Marshmallow Laser Feast

Laser Forest
O público pode explorar livremente o espaço, batendo fisicamente, agitando, arrancando e vibrando as árvores para acionar sons e lasers, provocando uma experiência coletiva bem interativa. Devido à elasticidade natural do material, a interação com as árvores fazia com que elas oscilassem, criando padrões de vibração de luz e som. Cada árvore estava sintonizada com um tom específico, criando sons harmoniosos espacializados e jogados através de um sistema de som surround poderoso, e quanto mais gente, mais legal ficava o experimento. A instalação foi projetada para trazer para fora em adultos os sentimentos de curiosidade e admiração, que são tão viva e evidentes nas crianças.

NOHLAB & PLATO MEDIA LAB

Deep Space Music reúne som e imagem, música e animação por computador de uma forma que transforma o espaço de projeção em um cenário para experiências íntimas. Nele, o pianista japonês Maki Namekawa apresenta um programa de obras de três compositores visionários que também são considerados grandes pensadores. Seu concerto de piano comemora musicalmente o 60º aniversário de Ryuchi Sakamoto (JP) e Philip Glass ‘(EUA), e comemora o 100º aniversário do nascimento de John Cage (EUA).

PHILLIP TOLEDANO

فيليب توليدانو
菲利普托莱达诺
פיליפ טולדנו
フィリップ·トレダノ
Филипп Толедано

Phillip Toledano é um fotógrafo multicultural desde que nasceu em Londres de uma mãe franco-marroquina e de um pai americano. Segundo ele, as fotografias devem parecer frases inacabadas para deixar espaço para perguntas. Seu método geralmente consiste em uma mistura entre a fotografia e várias instalações preparadas. O trabalho de Phillip Toledano já apareceu em muitos títulos como Vanity Fair, The New York Times, New Yorker, Esquire, GQ, The World, etc.

Winy Maas and Rob Nijsse

The Pixel Power

A investigação, cujos resultados foram apresentados nesta exposição, centrou-se na procura de novos princípios de organização de grandes estruturas, exemplificada com um edifício alto. Foi realizado por manipulações sistemáticas das correlações entre as esferas pública e privada, respectivamente representadas de forma abstrata pelo pixel fechado e ‘o pixel aberto’. Essas transformações exploraram diferentes hierarquias possíveis, entre os pixels abertos e fechados, bem como as partes e o todo, questionando aspectos como a redução dos espaços públicos ao átrio do céu e ao pedestal, o domínio do núcleo ou a repetição dos pisos . Todos os experimentos foram conduzidos com a premissa de que seus resultados devem permanecer abstratos, binários e mensuráveis. Eles trataram apenas das inter-relações entre aberto, fechado, vazio e cheio. A tarefa não definiu nenhum programa específico, nem objetivou a realização de um projeto elaborado. Os resultados podem ser entendidos como um conjunto de Nolli Maps tridimensionais de cidades inexistentes, representações de realidades urbanas complexas, que articulam relações entre espaços cheios e vazios – neste caso volumes. O uso do tijolo LEGO como ferramenta de modelagem permitiu medir os volumes e estimar sua capacidade de facilitar um projeto arquitetônico potencial. Fornecendo um esboço válido para uma elaboração posterior das relações exploradas em uma proposta de design.

Afonso Tostes

Árvores

Afonso Tostes vem se dedicando nos últimos anos ao que se pode chamar de investigação sobre as estruturas. As esculturas são feitas em madeiras recuperadas de demolições e canteiro de obras pela cidade. Estas peças são colocadas estrategicamente nos espaços, provocando a cada montagem uma sensação diferente no que se refere ao apoio, escora, e interdependência entre as partes. A série “prédios” remete à memória da origem do material, são peças que têm pulsação própria e ativam o espaço em torno através dos antagonismos entre o bruto e o refinado, o espontâneo e o erudito. Afonso Tostes tem uma produção irrequieta, suas esculturas assim como pinturas e desenhos nunca se acomodam no lugar comum, o artista imprime a velocidade do mundo em que vive; a observação daquilo que a princípio passaria desapercebido, para ele é matéria prima e fundamental.