Carlos Cruz Diez

a liberdade da cor
Espaço Cultural Porto Seguro‎
Sao Paulo/Brazil

Figura de singular trajetória na arte contemporânea, o franco-venezuelano Carlos Cruz-Diez (1923 – 2019) dedicou sua vida ao estudo da cor nas artes contemporâneas. Artista profícuo, autor de pinturas, fotografias e instalações, foi aos poucos afastando suas criações das formas, anedotas, símbolos e até mesmo signos, num radical mergulho na cor em si – liberta ao máximo do aspecto decorativo ou secundário na representação artística. Sua extensa obra é agora celebrada na mostra Cruz-Diez: a liberdade da cor, exposição em cartaz , no Espaço Cultural Porto Seguro, com curadoria de Rodrigo Villela.

Liz Deschenes

Galeria 7
Desde o início da década de 1990, Liz Deschenes produziu um corpo singular de trabalho que avançou o potencial material e o escopo crítico da fotografia. Fazendo uso dos aspectos mais elementares do meio, ela recentemente trabalhou sem uma câmera para produzir fotogramas espelhados que refletem nossos movimentos no tempo e no espaço. Sua nova instalação investiga histórias díspares de produção, abstração e exibição de imagens, ao mesmo tempo que responde aos recursos exclusivos do site.