CARSTEN HÖLLER

Escorregador
“Quando as pessoas estão descendo um escorregador, muitas vezes gritam de pura alegria. Estou interessado no aspecto de deixar ir. Uma vez que você se solta, você viaja sem motivação para algum lugar específico. É um estado de espírito muito especial. Talvez “felicidade” (ou “prazer”) não seja a palavra certa, mas tem a ver com alívio ou mesmo liberdade.

ren hang

任航
РЕН ХАНГ
Com suas imagens, o jovem artista, de apenas 30 anos, explora a sexualidade de um jovem chinês desinibido e oprimido por um país onde o controle e a censura são rotineiros. E daí deriva o sentido desta obra: uma provocação assumida e empenhada. Suas imagens teriam a mesma força se fossem tiradas na França? Ren Hang perturba, muitas vezes apontado, ele não quer deixar seu país: “Eu amo meu país, e ser criticado assim me motiva a viver na China ainda mais.” Ele defende a liberdade de criar e viver plenamente sua sexualidade.
Em vez de longos discursos, Ren Hang coloca suas fotos em primeiro plano. Ele não deseja comentá-las, nem mesmo expandir seu trabalho, as imagens são suficientes por si só.
“Não quero falar muito porque não gostaria que as pessoas acreditassem que tenho controle sobre minha visão da fotografia e da vida. »Ren Hang

Carlos Cruz Diez

a liberdade da cor
Espaço Cultural Porto Seguro‎
Sao Paulo/Brazil

Figura de singular trajetória na arte contemporânea, o franco-venezuelano Carlos Cruz-Diez (1923 – 2019) dedicou sua vida ao estudo da cor nas artes contemporâneas. Artista profícuo, autor de pinturas, fotografias e instalações, foi aos poucos afastando suas criações das formas, anedotas, símbolos e até mesmo signos, num radical mergulho na cor em si – liberta ao máximo do aspecto decorativo ou secundário na representação artística. Sua extensa obra é agora celebrada na mostra Cruz-Diez: a liberdade da cor, exposição em cartaz , no Espaço Cultural Porto Seguro, com curadoria de Rodrigo Villela.

issey miyake

ايسي مياكي
איסי מיקים
イッセイミヤケ
이세이 미야케

Autodenominando-se designer de roupas, Issey Miyake tem explorado maneiras com as quais fazer peças que permitirão àquele que usa maior individualidade, conforto e liberdade. Ele ficou conhecido por trabalhar com uma técnica de plissado – criada pelo próprio – e por ser um mestre do mix and matching – combinação de listras, estampas e cores com perfeição. Movido por uma incansável curiosidade, Miyake tem continuamente procurado redefinir a relação entre a roupa e o corpo, fazendo criações com técnicas que incorporam a tradição bem como a tecnologia mais recente.