DAMIÁN ORTEGA

داميان أورتيغا
达米安·奥尔特加
דמיאן אורטגה
ダミアン·オルテガ
데미안 오르테가
ДАМИАН ОРТЕГА

120 Days

source: beachpackagingdesign

In 2002 Damián Ortega collaborated with Italian glassblowers to make alterations to 120 Coca Cola Bottles. Entitled “120 Days”—in reference both to the de Sade novel “The 120 Days of Sodom” and to the film Salò—this artwork follows the logic of the package-as-body metaphor to it logical (sadistic) conclusion.

“The idea of the Coke, the disorder produces fun but also some strange feeling, like something is wrong. ‘This Coca-Cola is so weird. Something’s wrong with them.’ It’s like the birds in the Hitchcock film, no? It’s like, hmm. Who are we? What are we doing? What are we thinking? What is our own relationship with the objects within society or the context.”
.
.
.
.
.
.
.
source: hifructose
Mexican deassemblage artist Damian Ortega creates suspended sculpture, diagrams and manuals brought to life, exposing the inner workings and mystery of products and concepts. In the 2003 Venice Biennale, Ortega acheived international acclaim with his breakout hit, “Cosmic Thing,” which reassembled a Volkswagon Bug, the populist car manufactured in his home country. With roots in cartooning and satire, Ortega’s tongue in cheek works exemplify his former craft and present new perspectives to commonplace items. Get a look at several of the artist’s most famous installations here on Hi-Fructose.
.
.
.
.
.
.
.
source: fortesvilaca
Damián Ortega transita entre suportes variados, discutindo os limites da criação artística ao subverter os significados e funções de objetos cotidianos como tijolos, cadeiras, relógios ou carros. O artista altera, decompõe e transforma os objetos, revelando seus componentes implícitos e simbólicos e criando formas híbridas. Em paralelo, conduz uma investigação sobre formas escultóricas fundamentais, como o cubo minimalista construído com materiais banais ou mesmo desconstruído ou deformado.
.
.
.
.
.
.
source: cinerockclubblogspot
O artista mexicano Damián Ortega nasceu em 1967 na cidade do México e é considerado atualmente um grande expoente da arte contemporânea na América Latina, suas instalações são realmente inebriantes.
Damián ficou muito conhecido através do seu projeto chamado “Cosmic Thing”, criado em 2002 e apresentado na Bienal de Veneza em 2003, em que Ortega desmontou um Volkswagen Beetle 1989 e depois remontou, peça por peça, porém suspensas por um fio.
Na obra “Materialista” – palavra utilizada no México para descrever um caminhão que transporta materiais de construção – o artista fez o mesmo com um caminhão.
Outra instalação bem bacana do artista foi a Champ de Vision” onde o visitante era convidado a passear por entre camadas de esferas coloridas transparentes.
O resultado final de cada projeto de Damián Ortega é realmente magnífico.