STEVEN MEISEL

STEVEN MEISEL

source:fhoxcombr
Com trabalhos que parecem obras de arte, Steven Meisel é um dos nomes de destaque na fotografia de moda. Responsável por campanhas publicitárias de marcas como Prada, Dolce & Gabbana, Valentino e Versace e colaborador de revistas conceituadas como Vogue, Harper’s Bazaar, Seventeen e W,o norte-americano já retratou celebridades como Madonna e Gisele Bündchen.

Polêmico, o fotógrafo não se prende a uma única estética; o portfólio de Meisel abrange o colorido e o preto e branco, o bonito e o feio, o kitsch e o minimalista. Com imagens muito trabalhadas artisticamente, Steven faz trabalhos clássicos, lúdicos, modernos e até mesmo futuristas.
.
.
.
.
.
.
.
source:whatelsemagcom
Um dos principais fotógrafos de moda do mundo é também um homem intensamente reservado sobre sua vida pessoal, o que difere radicalmente de suas fotografias eróticas, expressivas e revolucionárias. Madonna já posou para suas lentes, bem como as supermodels noventistas e marcas como Prada, Valentino, Dolce & Gabbana e Versace. Steven Meisel, nascido em New York no ano de 1945, tem constantemente seu trabalho veiculado em grandes plataformas, como as revistas Vogue, W e Harper’s Bazar.

Seu fascínio pela beleza e modelos começou em uma idade jovem. Naquela época, Meisel não brincava com brinquedos – em vez disso ficava vidrado em mulheres o tempo todo, chegando a desenha-las em papel. Ele costumava se voltar para revistas como Vogue e Harper’s Bazaar como fontes de inspiração para seus desenhos. Steven Meisel sonhava com mulheres da alta sociedade como Gloria Guinness e Babe Paley, que personificavam a seus olhos as ideias de beleza e alta sociedade. Outros ícones eram sua mãe e sua irmã.

Como ele ficou obcecado com modelos como Twiggy, Veruschka e Jean Shrimpton, aos 12 anos de idade, ele pediu para algumas amigas contactar agências de modelos e, fingindo ser secretárias de Richard Avedon, elas conseguiram fotos para Meisel. Para conhecer a famosa modelo Twiggy, Meisel, de 12 anos, ficou do lado de fora esperando por ela no estúdio de Melvin Sokolsky.

Ele estudou na Escola Superior de Arte e Design e Parsons The New School for Design, onde frequentou diferentes cursos, mas formou-se em Ilustração de Moda. Meisel nunca pensou que ele poderia se tornar um fotógrafo. Ele admirava fotógrafos como Jerry Schatzberg, Irving Penn, Richard Avedon e Bert Stern. Ele sentiu que a ilustração era uma coisa do passado e encontrou a fotografia como um meio para mostrar sua visão de mundo.

Como um dos mais poderosos fotógrafos da indústria da moda, Meisel é creditado com promoter de carreiras de muitos modelos de sucesso, como Linda Evangelista e Naomi Campbell. Ele usou sua influência entre a elite da moda para criar uma edição da Vogue que mostrasse apenas modelos negros. Ele também lançou a carreira de Ross Van Der Heide, um jovem estilista, mostrando a arte de Ross para Anna Sui.

Steven Meisel tem um estilo único e inovador que se reflete em cada produção, pois utiliza sua própria técnica, e é responsável por estar presente em cada detalhe, para direcionar a postura dos modelos, a expressão e a atitude. Essa principal característica que torna um fotógrafo de moda diferente dos outros e para o qual é tão reconhecido.

Apaixonado por seu trabalho, Steven se inspira no charme dos modelos que retrata, que segundo os mesmos, formam belas pinturas. Por tudo isso é que o fotógrafo mostra, em cada uma das suas obras e à primeira vista, uma imagem que vai mais além de apenas um retrato da moda.

Steven Meisel é creditado como um dos principais fotógrafos a introduzir a grunge culture para o mainstream. Esta imagem atemporal Vogue poderia ter sido tirada apenas em 1992. Mas a androginia foi demais para Anna Wintour, que se recusou a publicar a série de fotos. Felizmente, o então diretor editorial da Condé Nast, Alexander Liberman, conseguiu reverter a decisão de Anna Wintour.
.
.
.
.
.
.
.
source:businessoffashioncom
Steven Meisel is one of the greats of fashion photography. A favourite of Anna Wintour and Franca Sozzani , he has come to dominate the Italian fashion industry, shooting every Italian Vogue cover for the last two decades and every Prada campaign since 2004.

The photographer began his career as an illustrator for Halston, a position he held whilst teaching illustration at Parsons The New School for Design two nights a week. Meisel then took up a role at Women’s Wear Daily, which at the time in the 1970s still used illustrations for its covers. Meisel sat next to the celebrated illustrator Kenneth Paul Block. Meisel may have worked as an illustrator in the week, but on the weekends he would loiter at model agencies, like “paparazzi” as reported by 032c.

Meisel’s career in photography began at the close of the decade when Oscar Reyes, a booker at Elite Management who admired Meisel’s illustrations, asked the photographer to shoot some of Elite’s models for their portfolios. He would photograph them in his apartment in Gramercy Park or on the street: on weekdays he would work at Women’s Wear Daily and on weekends, with the models. Some of these models went to castings for Seventeen magazine to show their portfolios, which held some of his photography, and the people at Seventeen subsequently called Meisel and asked if he wanted to work with them.

Meisel is now one of the pre-eminent photographers working in fashion. His commercial clients include Versace, Valentino, Louis Vuitton , Calvin Klein and many more.

Editorially, Meisel’s fierce defense of his aesthetics’ independence has led to him creating some of fashion’s best and most controversial fashion stories, including shooting the entirety of Italian Vogue’s 2008 all black issue. He told 032c “My favourites are the ones that allow me to say something: the black issue; the poking fun at celebrities one; the paparazzi thing; the mental institution one; the ones that I have a minute to think about; all the ones that are the most controversial in fact. But it’s not because they are controversial that I like them, but because they say a little more than just a beautiful woman in a beautiful dress. I love that too, but to try and say something is also my goal.”