JALOO

f81a4cf34546b544440a32151231d466

source:culturadoriacombr
Você que nunca ouviu falar deve estar se perguntando: ‘quem é? Onde vive? O que faz?’. Se você já escutou o som dele, sabe exatamente do que estamos falando né? Há um estranhamento inicial para quem se joga na musicalidade dele. Só no começo …

Jaime Melo mais conhecido como Jaloo vem conquistando os palcos do Brasil com um som muito peculiar. Tem batidas eletrônicas misturadas a um gingado paraense. Mais um caso de sucesso que começou pela internet e ele vem conquistando fãs por onde passa. Nesta sexta estará em BH para show n’A Autêntica.

Estilo
Com tons do indie e tecno brega, aliados a batidas psicodélicas, e um visual andrógeno – tem gente que o compara até a Björk -, Jaloo é tudo de bom ao vivo. Sabe aquele tipo de música capaz de te levar a outra dimensão. Meio psicodélico!

Apoiado pelo projeto de música Skol Music, o cantor ganhou destaque se apresentando em alguns festivais do país. Esteve no badalado Lollapalooza de 2017 e por lá conquistou até os amantes do punk.

Fez parte do line-up do festival Planeta Brasil realizado no início do ano em BH. Entrou no palco com uma roupa toda branca e encapuzado. Ninguém esperava ver aquilo. Bastaram as primeiras batidas no teclado, soltar a voz que a plateia fica hipnotizada.

O primeiro disco de Jaloo tem nome óbvio: #1. A identidade visual é toda trabalhada nas cores azul e rosa, neon. O rosto nos revela seus traços de índio, com um cabelo maior e preto, sendo bem típico da sua região.

Atualmente Jaloo está com a barba por fazer, com o cabelo mais curto, tudo sugere, que é uma transição para o seu segundo disco, ainda sem data de lançamento e sem nome.

O show do Jaloo é simples, como rege a regra dos indies. Somente ele, a banda e suas canções (a maioria são de autoria dele também). Os efeitos de luz favorecem muito a sonoridade. As batidas dos instrumentos locais de sua terra Pará e uma energia inexplicável.

As letras são fortes e subjetivas, mas de um todo, são românticas. Jaloo fala sobre as fases da vida. É alegre e triste ao mesmo tempo. Uma caixinha de boas surpresas que a música nos deu.
.
.
.
.
.
.
.
source:agambiarracom
Em seu mais recente clipe, o cantor Jaloo faz uma série de movimentos de dança para a música Ah! Dor! O vídeo que foi divulgado pelo próprio cantor revela algumas influências dos trabalhos visuais de artistas como Björk e FKA Twigs. Apesar de uma estética simples, o clipe revela um ambiente um tanto surreal que serve de pano de fundo para a expressão corporal desempenhada por Jaloo, que simplesmente aparece sentado, movimentando apenas braços e pernas, enquanto ecoa os versos de sua canção.

O vídeo, que possui quase quatro minutos de duração, foi gravado em partes e depois teve suas peças unidas, que é um dos pontos interessantes do clipe final. Cada uma das partes que se movimentam do corpo de Jaloo, que inclusive está amarrado na cadeira, foi gravada separadamente, para que estes movimentos se tornassem ainda mais independentes. Tudo isso em frente a uma tela chroma key, com imagens em 3D, animação e uma boa quantidade de látex de sex shop.

A faixa, em termos sonoros, possui uma batida muito cativante que vai grudar na cabeça de quem a escuta pela primeira vez. Esse tipo de som já é característico e bastante conhecido de Jaloo, que em Ah! Dor! adicionou elementos eletrônicos. A faixa estará presente em seu álbum de estreia, que ainda segue sem título e sem data de lançamento, mas que deve chegar em breve através do selo StereoMono, criado pela Skol Music, com direção artística de Carlos Eduardo Miranda.

O Skol Music inclusive tem patrocinado e apoiado artistas nacionais independentes, e além de Jaloo, também fica responsável pelos lançamentos do Boogarins no Brasil. Natural de Belém, Jaloo recebeu bastante atenção na internet há pouco mais de quatro anos, quando começou a fazer covers de hit singles como Back to Black, de Amy Winehouse, I Feel Love, de Donna Summer, entre outros. No ano passado ele lançou seu primeiro EP, intitulado Insight.